Brasil República Federativa do Brasil
Brasil Um pais de todos
Ponta Grossa

Dissertações PPGEP: 2012

187ª Defesa de Dissertação (Janeiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): KEREN HAPUQUE PINHEIRO
Título: PRODUTOS ORGÂNICOS E CERTIFICAÇÃO: O ESTUDO DESSE PROCESSO EM UMA ASSOCIAÇÃO DE PRODUTORES DO MUNICÍPIO DE PALMEIRA - PR
Orientador(a): Profa. Dra. Juliana Vitória Messias Bittencourt
Resumo: A agricultura orgânica surge como uma opção para o pequeno agricultor devido a elevada demanda por produtos saudáveis e a busca dos consumidores por alimentos oriundos de produções mais sustentáveis. Consequentemente, a certificação desses produtos oriundos da unidade orgânica torna-se indispensável para que o produtor possa agregar valor e renda aos seus produtos. No entanto, em aproximadamente 90.000 estabelecimentos existentes no Brasil que praticam a agricultura orgânica (IBGE, 2006), cerca de 20.000 desses estabelecimentos são certificados (EPAGRI, 2009). Dentro desse contexto surge a necessidade de um estudo para verificar qual o nível de informação que os produtores orgânicos detém sobre um processo de certificação via auditada, quais são as potencialidades e as dificuldades dessas unidades de produção orgânica de base familiar nesse processo de certificação. Para tal constatação, a pesquisa foi realizada em três etapas: a primeira etapa foi feita a partir da caracterização de oito unidades de produção orgânica localizadas no município de Palmeira-PR que já seguem esse modelo de produção agrícola há mais de dez anos; a segunda etapa foi realizada a partir da transferência de informação e tecnologia necessárias as cinco unidades de produção, e por fim, foram verificados as dificuldades e potencialidades da certificação orgânica dos produtos obtidos nessas unidades de produção. A redução das oito unidades estudadas inicialmente para cinco foi realizada devido a desistência e falta de alguns requisitos essenciais para a certificação das mesmas. Como resultados, as cinco unidades orgânicas de características amostrais com elevada heterogeneidade em relação a faixa etária e ensino formal, desconheciam requisitos como: plano de manejo, rastreabilidade, legalização de aspectos ambientais e comprovante do início do período de conversão. Para isso foi promovido à transferência de informação e tecnologia a essas unidades, onde foi desenvolvido uma metodologia para a rastreabilidade e geração do plano de manejo orgânico. Em suma o grupo apresentou potencialidades na obtenção da certificação, como o atendimento a requisitos ambientais, entretanto, os aspectos burocráticos, como rastreabilidade, SISLEG/PR, Plano de Manejo Orgânico, entre outros, foram classificados como entraves para a certificação de seus produtos. Se não houvesse a disseminação de tais tecnologias e informações necessárias as unidades não alcançariam a certificação orgânica. Portanto, salientam-se a necessidade da difusão de informações sobre os requisitos normativos às unidades de produção orgânica para que haja a certificação de seus produtos, e este processo possa proporcionar a conquista de novos mercados e não a desistência dos agricultores em seguir o modelo de produção orgânica.
Palavras-Chave: Legislação Orgânica. Rastreabilidade. TECPAR. Agricultura Familiar. Certificação orgânica
Dissertação Completa

188ª Defesa de Dissertação (Fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): FERNANDA MATTIODA
Título: INFLUÊNCIA DO PROCESSO DE QUALIFICAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DO LEITE NA PEQUENA PROPRIEDADE RURAL
Orientador(a): Prof a . Dra. Juliana Vitória Messias Bittencourt
Resumo: A baixa qualidade do leite oriundo de propriedades rurais pertencentes ao Sistema de Agricultura Familiar demanda informações e tecnologias que proporcionem melhoria na qualidade da matéria-prima. Diante do elevado número de agricultores familiares no país, os quais não têm acesso às informações sobre produção do leite com qualidade, torna-se necessário desenvolver e aplicar processos de qualificação em propriedades rurais. Portanto, o presente estudo utiliza o método de Unidade de Referência, e objetiva avaliar a influência do processo de qualificação para a melhoria de qualidade do leite na pequena propriedade rural. O estudo foi dividido em três etapas: a primeira foi a seleção de Unidades de Referência e a sua caracterização através da aplicação de questionário e análise dos indicadores de qualidade do leite, gordura, proteína, lactose, Contagem Bacteriana Total e Contagem de Células Somáticas; a segunda etapa foi a implantação de Unidades de Referência nas propriedades e transmissão de informações e tecnologias através de treinamentos higiênico-sanitários; e por último a avaliação do processo de qualificação por meio das análises de indicadores de qualidade do leite, feitas durante os 12 meses de estudo. Para avaliação estatística dos resultados utilizou-se a análise de variância (ANOVA), identificação de outiliers e Teste de Tukey, através do programa Minitab 16. Como resultados desta avaliação, os valores de gordura, proteína e lactose nas amostras de leite permaneceram dentro dos limites estabelecidos pela legislação vigente. E assim como em outras pesquisas, os valores de gordura foram os que mais variaram em relação aos outros componentes do leite. No que diz respeito aos valores de Contagem de células somáticas, 29% dos valores ficaram acima dos limites estabelecidos pela legislação, variando de 1 a 27,47x10 5 CS/mL, e para os valores de Contagem bacteriana total, 3,5% das amostras ficaram dentro do limites, ao longo do estudo. Ambos os parâmetros de qualidade do leite (CCS e CBT) não apresentaram variação significativa ao longo do estudo, isto pode ser explicado por outros fatores que interferiram na pesquisa, como a estação do ano. Os agricultores familiares absorveram todas as informações repassadas no treinamento higiênico-sanitário e passaram a aplicar todas as técnicas de manejo para evitar e detectar doenças no rebanho, isto foi verificado com a aplicação de questionário aos produtores. Portanto, vale ressaltar, que ainda é inexistente uma cultura organizacional que proporcione através de metodologias participativas, o avanço do conhecimento para o desenvolvimento local.
Palavras-Chave: Agricultura Familiar. Unidades de Referência. Treinamento higiênico-sanitário. Contagem Bacteriana Total. Contagem de Células Somáticas
Dissertação Completa

189ª Defesa de Dissertação (Fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): CARINE CRISTIANE MACHADO URBIM PASA
Título: UTILIZAÇÃO DE MODELO DE REFERÊNCIA PARA A MELHORIA DOS PROCESSOS CONSTRUTIVOS DE EDIFICAÇÕES BUSCANDO A REDUÇÃO DA GERAÇÃO DE RESÍDUOS NO SETOR DE CONSTRUÇÕES RESIDENCIAIS
Orientador(a): Prof. Dr. Aldo Braghini Junior
Resumo: A indústria da construção civil gera grande volume de resíduos durante a execução de seus empreendimentos e a causa desta geração está muitas vezes relacionada à forma de execução das tarefas inerentes ao processo construtivo. Na maioria dos empreendimentos não existe formalização do processo produtivo e problemas como alterações de projeto, especificação inadequada de materiais, erros de execução e falta de planejamento contribuem para agravar o problema. O processo produtivo na construção civil se caracteriza por constante ciclo de produção de novos empreendimentos, alterações no processo durante o desenvolvimento da obra, o processo produtivo é organizado por empreendimento, pouca interação entre os membros da equipe de projeto e prazo de desenvolvimento do produto bastante variável. Nesta pesquisa utiliza-se o Modelo de Referência Trevo Fractal para mapear o processo produtivo na construção de edificações residenciais com o objetivo de se propor melhores práticas que venham a reduzir a geração de resíduos. O processo de aplicação deste modelo de referência é interativo e iterativo, a escolha do ponto de partida para sua aplicação é aleatória e depende do caso que esteja sendo analisado. A abordagem do problema foi qualitativa e empregou-se como técnica a pesquisa de campo com caráter exploratório descritivo. A coleta de dados se deu através de entrevistas com engenheiros e mestres de obras e observações em obras residenciais na cidade de Ponta Grossa. Observou-se que as duas grandes causas de geração de resíduos são os erros envolvidos nas atividades de projeto e execução dos empreendimentos. Com relação aos projetos, as principais falhas são a falta de compatibilização dos mesmos e alterações no projeto durante a execução do empreendimento. Durante a execução, a geração de resíduos está relacionada a erros durante a execução das atividades devido à falta de qualificação da mão de obra e falta de planejamento e gestão da execução do empreendimento. A aplicação do modelo apontou como melhores práticas a compatibilização de projetos, o repasse de informações e possibilidade do projeto ao cliente, a qualificação da mão de obra e o gerenciamento e planejamento adequado para a execução do empreendimento.
Palavras-Chave: Geração de resíduos. Edificações Residenciais. Modelo de Referência. Desenvolvimento de Produtos.
Dissertação Completa

190ª Defesa de Dissertação (Fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): RODRIGO VINÍCIUS SARTORI
Título: INSTRUMENTO DE GERENCIAMENTO DE REPUTAÇÃO NAS REDES SOCIAIS ONLINE COMO SUPORTE AO PROCESSO DE GESTÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
Orientador(a): Prof. Dr. Dálcio Roberto dos Reis
Resumo: A segunda geração da Internet, conhecida como Web 2.0, vem revolucionando o modo como governo, empresas e sociedade interagem, trabalham, comunicam e compartilham conhecimento. Parte do fenômeno, as redes sociais constituem uma forte convergência de diálogo, engajamento e interação de milhões de usuários pelo mundo. Sendo assim, a Web 2.0 vem sendo utilizada como apoio à estratégia organizacional e dos negócios. No campo da Inovação, são múltiplas as oportunidades que surgem diante do bom aproveitamento deste fluxo de informações e conhecimento pelos canais das redes sociais. Mas, como fazê-lo? Visto que nada se identificou na produção científica a esse respeito em específico, este trabalho apresenta um instrumento de gerenciamento da reputação de marcas, produtos e serviços na Internet colaborativa, como forma de avaliar seu potencial de contribuição para suporte ao processo de gestão da inovação tecnológica. A construção do instrumento resultou em cinco etapas: determinação do escopo; identificação das fontes; avaliação quantitativa da reputação; avaliação qualitativa da reputação e suporte ao planejamento da inovação tecnológica. Metodologicamente, o trabalhou iniciou com a revisão do embasamento teórico, avançou para a elaboração de uma primeira proposta do instrumento, seguiu para a submissão desta primeira proposta para avaliação por parte de 6 especialistas e, finalmente, resultou na revisão do instrumento conforme as sugestões recebidas – configurando, desta forma, uma metodologia de análise de face. De 30 aspectos de avaliação, os especialistas sinalizaram concordância (total ou parcial) com 29 destes aspectos, proporcionando uma taxa geral de aprovação de 96,7% em relação ao instrumento elaborado. Concordâncias parciais, e também a única discordância detectada, foram acompanhadas de sugestões para aprimoramento do instrumento. Os resultados demonstraram que é possível utilizar o instrumento apresentado para fins de suporte ao processo de gestão da inovação tecnológica. Apesar da reputação corporativa na Web 2.0 ser um campo ainda muito incipiente para a gestão da inovação, a tendência é de grande desenvolvimento, de modo que eventuais pesquisas científicas complementares ajudarão a consolidar conhecimentos nesta área – sugerindo-se, principalmente, seguir com estudos de caso da aplicação prática do instrumento apresentado neste trabalho, oportunidades de automação do mesmo, avaliação da influência do hoax (histórias falsas) nas redes sociais e estudo do perfil do instrumento junto à cadeia de compras (compradores, influenciadores de compra e usuários finais).
Palavras-Chave: Web 2.0. Reputação Corporativa. Inovação Tecnológica. Redes Sociais Online.
Dissertação Completa

191ª Defesa de Dissertação (Fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): ANDRIELE DE PRÁ CARVALHO
Título: UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MESTRADO EM ENGENHAESTRATÉGIAS PARA O PODER PÚBLICO MUNICIPAL PROMOVER A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA: UM ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE FRANCISCO BELTRÃO
Orientador(a): Prof. Dr. Dálcio Roberto dos Reis
Resumo: Um ambiente favorável ao compartilhamento de informações e propício à inovação é capaz de proporcionar o progresso econômico e social. A inovação tecnológica passa, então, a ser assunto relevante, e no ponto de vista regional, o diferencial para a sustentabilidade local. Nesta perpectiva, este estudo objetivou traçar estratégias para o Poder Público Municipal promover a Inovação Tecnológica nas empresas. Os dados foram levantados através de abordagem qualitativa e quantitativa. O estudo caracterizou-se como exploratório, descritivo e de levantamento. A partir de um mapeamento do espectro industrial da cidade de Francisco Beltrão, foram aplicados questionários para identificar os índices de inovação às empresas atuantes em áreas de maior relevância econômica, por serem potencialmente inovadoras,. Dentre estas, foram entrevistadas as que apresentaram graus de inovação muito altos ou muito baixos, com base no intervalo definido como padrão por meio da estatística, de modo a analisar o conhecimento dessas empresas frente às leis que incentivam a inovação e ao conhecimento sobre as ações impostas pelos stakeholders e pelo poder público municipal. Foram, também, entrevistados os stakeholders atuantes como parceiros na cidade e representantes do Poder Público Municipal, visando verificar a eficácia das ações disponibilizadas por estes e se tais ações chegam ao conhecimento das empresas. Os principais resultados encontrados indicaram um baixo índice geral de inovação das empresas da cidade de Francisco Beltrão. Outro ponto levantado, é o número baixíssimo de empresas que conheciam as leis e incentivos locais do Poder Público Municipal, bem como, que possuíam conhecimento sobre os stakeholders, que atuam como parceiros para incrementar a inovação. O maior índice de conhecimento dessas leis e ações dos stakeholders foram das empresas participantes do núcleo de tecnologia da informação, único núcleo de empresas da cidade visando a inovação tecnológica. Assim, foram propostas ao Poder Público municipal estratégias para promover a Inovação Tecnológica. Dentre as principais destacam-se: ações no ambiente legal com a criação de linhas de crédito, leis e políticas públicas, criação de redes de inovação, novos núcleos de empresas com participação dos stakeholders, promoção de uma cultura inovadora através de seminários, reuniões, debates, e programas de geração de idéias, bem como, o estímulo do intercâmbio entre as universidades, empresas e governo.
Palavras-Chave: Inovação Tecnológica, Desenvolvimento Regional, Estratégias Públicas e cidade de Francisco Beltrão.
Dissertação Completa

192ª Defesa de Dissertação (Fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): PRISCILA RUBBO
Título: ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA A PARTIR DOS PERIÓDICOS “PRODUÇÃO” E “GESTÃO & PRODUÇÃO”.
Orientador(a): Prof. Dr. Luiz Alberto Pilatti
Resumo: O presente estudo objetiva analisar a produção científica publicada nos Periódicos: “Produção” e “Gestão e Produção”, no período de 2001 a 2010. Os periódicos foram escolhidos pela importância de suas publicações, regularidade e sua avaliação pela CASPES, a qual atualmente é B2, a maior na área da Engenharia de Produção nacional. Buscou-se traçar um perfil das publicações, comparar os periódicos entre si e confrontar com um periódico com fator de impacto superior a 1. A pesquisa classificou-se como levantamento documental. Foram analisados 760 artigos, sendo 384 da revista Gestão e Produção, 326 da revista Produção e 50 do Internacional Journal of Operations & Production Management. Buscou-se mensurar variáveis que pudessem caracterizar a produção científica de cada periódico, comparando-os mediante quadros e tabelas. Após a análise dos resultados, verificou-se entre as revistas nacionais que a única variável que diverge é a temática. Quando comparadas as revistas nacionais com a internacional, as divergências são: extensão, idioma dos artigos, quantidade de palavras-chave, média das referências bibliográficas em anos e idioma das fontes citadas. Desse modo, conclui-se que a produção científica da revista Produção e da revista Gestão & Produção diferem-se do periódico utilizado como padrão, devido ao seu conceito.
Palavras-Chave: Produção Científica. Revista Produção. Revista Gestão & Produção. Engenharia de Produção.
Dissertação Completa

193ª Defesa de Dissertação (fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): MATHIAS TALEVI BETIM
Título: AVALIAÇÃO DE MECANISMOS DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA NO PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS DISSERTAÇÃO PONTA GROSSA 2012
Orientador(a): Prof. Dr. João Luiz Kovaleski
Resumo: O objetivo deste trabalho é identificar quais mecanismos de transferência de tecnologia das instituições de ensino superior são avaliados no processo de recrutamento e seleção de pessoas. Para alcança-lo utilizamos o método indutivo, pesquisa básica, a propósito de seus objetivos exploratórios, os procedimentos técnicos: a bibliografia e o levantamento. Trata-se de um estudo qualitativo e o método utilizado foi o survey exploratório. Para compor o resultado foi delimitada a região dos campos gerais do estado do Paraná no Brasil, o estudo inclui a participação de quatro IES com total de seis coordenadores de cursos de Tecnologia da Informação e o Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação, atualmente formalizado por vinte e uma empresas pertencentes ao Núcleo Setorial de TI. Os resultados encontrados foram: (i) Não há fundamentação teórica detalhada dos mecanismos de transferência de tecnologia; (ii) Os tipos de processo de recrutamento e seleção de pessoas identificados na literatura foram o tradicional e o baseado em competências; (iii) Os Mecanismos de transferência de tecnologia encontrados nos cursos foram: EAC, EUN, ICI, TCC, DME, TDO, MES, PCI, TES, PPA, EIN, DAI, COM, EVE, IEM, EMP, DPE; (iv) O tipo de processo de recrutamento e seleção de pessoal utilizado pelas empresas do arranjo produtivo loca é o Tradicional, mas ainda deficiente confrontado com a literatura; (v) Entre os mecanismos de transferência de tecnologia mapeados nos cursos de tecnologia da informação apenas 3 são avaliados no processo de recrutamento e seleção de pessoal, são eles: EAC, TCC, TES. Conclui-se que existe a execução de mecanismos de transferência de tecnologia na formação de profissionais de tecnologia da informação, mas não existe relevância desses mecanismos de transferência de tecnologia no processo de recrutamento e seleção, possivelmente pelos seguintes motivos: (i) a falta de conhecimento dos responsáveis pelo processo sobre mecanismos de transferência de tecnologia, dificultando a avaliação; (ii) O processo de recrutamento e seleção de pessoal nas empresas são frágeis; (iii) O mecanismos executados pelos candidatos no processo de recrutamento e seleção são ocultos por parte dos candidatos; (iv) Os responsáveis pelo processo afirmam que os mecanismos utilizados para formação de mão de obra de tecnologia da informação não esta baseado em necessidade de mercado, ainda há uma preocupação em formação generalizada e (v) Os coordenadores de curso assumem a falta de comprometimento das empresas em oferecer parceria na execução de alguns mecanismos de transferência de tecnologia
Palavras-Chave: Mecanismos de Transferência de Tecnologia; Processo de Recrutamento e Seleção de Pessoal, Relação Universidade-Empresa, Tecnologia da Informação, Arranjo Produtivo Local
Dissertação Completa

194ª Defesa de Dissertação (Fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): RÚBIA CARLA MAIER
Título: ANÁLISE DAS RELAÇÕES EXISTENTES ENTRE QUALIDADE DE VIDA E QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO ATRAVÉS DE UM MODELO DE REGRESSÃO LOGÍSTICA
Orientador(a): Prof. Dr. Guataçara dos Santos Junior.
Resumo: O objetivo deste estudo foi identificar as relações existentes entre a Qualidade de Vida e a Qualidade de Vida no Trabalho de funcionários da indústria de laticínios através da regressão logística. O problema proposto foi: Quais relações probabilísticas existem entre qualidade de vida e a qualidade de vida no trabalho? O referencial teórico envolveu os temas: qualidade de vida, qualidade de vida no trabalho e a fundamentos estatísticos. A abordagem metodológica foi aplicada, descritiva e quali-quantitativa. Foi utilizada uma pesquisa realizada com funcionários da indústria de laticínio, os quais foram investigados através da aplicação simultânea dos instrumentos WHOQOL-100 e o modelo adaptado de Walton, ao todo foram entrevistados 548 funcionários entre homens e mulheres. A análise dos dados ocorreu através das técnicas estatísticas: correlação, qui-quadrado e regressão logística, e para validação do modelo os testes: Deviance, Pearson e Hosmer-Lemeshow. Os resultados encontrados na análise de regressão logística univariada, mostraram que os critérios da QVT possuem influência significativa em QV e que os domínios de QV (exceto domínio espiritualidade) possuem influência significativa em QVT. No modelo de regressão logística multivariado, algumas variáveis apresentaram como não significativas, pois apresentaram valores acima do nível de significância adotado (p>0,05). Considerando as variáveis significativas foi estimado o modelo matemático, encontrando a probabilidade de influência entre as variáveis (domínios, critérios, QV e QVT). Através do estudo do relacionamento entre estas variáveis foi possível concluir as chances de melhoria nos domínios da QV que influenciam positivamente na QVT, e nos critérios da QVT que influenciam positivamente na QV, proporcionando ao gestor melhor direcionamento dos seus investimentos.
Palavras-Chave: Qualidade de Vida; Qualidade de Vida no Trabalho; Regressão Logística.
Dissertação Completa

195ª Defesa de Dissertação (Fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): ANDRÉIA ANTUNES DA LUZ
Título: MECANISMOS DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE SPIN-OFFS
Orientador(a): Prof. Dr. João Luiz Kovaleski
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo geral levantar os mecanismos de transferência de tecnologia (MTT), os quais influenciaram no processo de formação dos spin-offs oriundos das IES na cidade de Ponta Grossa, Paraná. Para estudar o fenômeno realizou-se uma pesquisa básica, com abordagem qualitativa e descritiva, o questionário semiestruturado foi o instrumento utilizado para a coleta de dados. Os procedimentos técnicos utilizados: a bibliografia, o documental, levantamento e o método fenomenológico descrevem os MTT. Os resultados revelaram dificuldades, pois as IES não dispõem de um setor/departamento ou mesmo site que consolide os dados e informações relativos aos MTT e, as informações sobre os spin-offs também são poucas e algumas desatualizadas. Cabe o esforço em consolidar e sistematizar essas informações, possibilitando o desenvolvimento de trabalhos de pesquisa e contribuir para a interação universidade-empresa-governo. A pesquisa apontou cinquenta e sete (57) MTT, conforme tópico MTT do referencial teórico. Na visão dos coordenadores dos NIT e IEB, praticamente todos os mecanismos descritos no referencial teórico são disponibilizados, ou seja, cinquenta e seis (56) ou 98,25%, apenas um (01) ou 1,75% foi desconsiderado. As ações em relação aos MTT podem ser consideradas como iniciantes, comparadas ao total dos duzentos e vinte oito (228) resultados possíveis. A IES1 considerou cento e três (103) e a IES2 considerou sessenta e cinco (65) do total dos duzentos e vinte oito (228) resultados possíveis, sendo possíveis cento e quatorze (114) para cada uma das IES. Considerando os spin-offs da população como resultados de produtividade da universidade como empreendedora, este resultado foi de 40%. Entende-se spin-offs, como o elemento resultante da universidade em seu papel empreendedor. O “output”, o valor total produzido foram quatro (04) spin-offs, e seu “input”, o valor total consumido (total de recursos usados no apoio, instalações físicas e recursos humanos disponibilizados pelas IES) foram dez (10). O Mapeamento na visão dos seus gestores, sobre os MTT absorvidos, dois (02) spin-offs consideraram doze (12), dois (02), treze (13), um (01), vinte um (21), um (01), vinte três (23), quatro (04) e vinte e sete (27). Diante deste contexto, cabe o esforço pelas IES em fomentar os MTT e a interação com seus alunos, pesquisadores e empreendedores, elaborando e aplicando uma metodologia para que os demais MTT, para que os spin-offs incubados vislumbrem, desde o início dos seus projetos, a possibilidade de aproveitar as estruturas e MTT disponíveis nas IES. Finalizando, esse é o quadro pontagrossense, o resultado da pesquisa, os MTT disponibilizados pelas IES na visão dos coordenadores dos NIT e IEBT.
Palavras-Chave: Universidade empreendedora. Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica. Spin-off. Transferência de Tecnologia. Mecanismo de Transferência de Tecnologia.
Dissertação Completa

196ª Defesa de Dissertação (Fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): BRUNA ANGELA ANTONELLI
Título: VERIFICAÇÃO DA ADEQUABILIDADE DO MODELO NORMALIZADO DE CONFORTO TÉRMICO UTILIZANDO A TAXA METABÓLICA DETERMINADA PELAS SENSAÇÕES TÉRMICAS REAIS DE USUÁRIOS DE AMBIENTES INDUSTRIAIS
Orientador(a): Prof. Dr. Antônio Augusto de Paula Xavier
Resumo: O presente estudo teve como objetivo verificar a existência da melhoria de aderência no modelo normalizado de conforto térmico (PMV), utilizando as taxas metabólicas a partir das sensações térmicas reais de usuários em ambientes industriais. Assim, o estudo determinou a taxa metabólica através de análise de regressão múltipla e pela substituição dos valores de PMV pelas sensações térmicas reais através do software específico de conforto térmico em concordância com a norma ISO 7730 de 2005 obtendo assim a taxa metabólica calculada. Com isso foram calculados novos valores de PMV utilizando os valores das taxas metabólicas, resultando em PMVtab, PMV1 e PMV2. Para verificar qual dos valores de taxa metabólica aproximou-se ao modelo PMV com sensação térmica real, foi realizada uma análise de regressão simples, obtendo-se duas equações para correção da taxa metabólica tabelada. Para verificar a validade das equações da taxa metabólica corrigida, foi procedido o cálculo do PMV em um conjunto de 30 medições. O resultado obtido para o PMV tabelado foi de R2=0,25; para o PMV corrigido, 1, R2=0,26; para o PMV corrigido 2, de R2=0,11. Isso demonstra que não houve correlação entre as sensações térmicas relatas pelos trabalhadores e os valores de PMV tabelados e corrigidos. O percentual de diferença entre o Mtabelado e o Mcorrigido 1 e Mcorrigido 2 foi na ordem de 1,66% e -0,40% respectivamente. Considera-se que para este estudo, em um conjunto de 30 medições, levando em consideração a sensação térmica real dos trabalhadores, os valores da taxa metabólica tabelada não apresentaram boa precisão, quando comparados aos valores do PMV e à sensação térmica real. Porém, pode-se considerar que se o objetivo for promover uma correção na taxa metabólica tabelada, deve-se aplicar sobre a mesma um percentual de acréscimo de 1,66%.
Palavras-Chave: Conforto térmico em indústria. Taxa metabólica. Voto médio estimado. Sensação térmica real.
Dissertação Completa

197ª Defesa de Dissertação (Fevereiro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): MARCOS ANTONIO REZENDE
Título: INFLUÊNCIA DO TRANSPORTE SOBRE O NÍVEL DE ESTRESSE DOS TRABALHADORES: TRAJETO ENTRE RESIDÊNCIA E LOCAL DE TRABALHO
Orientador(a): Prof. Dr. Antonio Carlos Frasson
Resumo: Ao distribuir-se por diferentes sistemas regionais de estrutura espacial, a necessidade de deslocamento da população molda as cidades, com vias de circulação, para unir núcleos residenciais, comerciais e industriais. O objetivo deste trabalho foi descrever a influência do transporte sobre o nível de estresse do trabalhador, percebido no trajeto entre a residência e o local de trabalho, em domínios distintos com estressores físicos, psicológicos e um domínio que relaciona estresse e transporte, denominado de domínio ambiente. A metodologia adotada pontua-se por uma pesquisa aplicada, exploratória e predominantemente quantitativa que pode revelar relações de dependência entre um instrumento estruturado para suveys e variáveis demográficas. Considerando o grande número de informações geradas pelo instrumento de coleta de dados, recorreu-se à Inteligência Artificial (IA) para realizar a análise, com técnicas de Data Mining. O problema que se apresentou nesta pesquisa está assim caracterizado: qual é a influência do transporte no trajeto entre a residência e o local de trabalho, em relação ao nível de estresse percebido pelo trabalhador? Para alcançar os objetivos propostos nesta pesquisa desenvolveu-se o Inventário de Sintomatologia de Estresse no Transporte (ISET), instrumento utilizado na coleta de dados, em que foram encaminhados questionários para cada uma das 27 unidades da Federação e no Distrito Federal. Para a análise dos dados coletados por meio do instrumento, fez-se transcrição para uma planilha eletrônica, para efetivar a etapa de tabulação, reunindo e organizando os itens pesquisados. Os dados gerados nesta pesquisa apontam a população amostral constituída por 929 trabalhadores, com predominância de 74,49% do sexo masculino em relação a 25,51% do sexo feminino. A faixa etária desta população compreende-se entre 18 e 39 anos, em que a concentração de trabalhadores situada na faixa etária entre 18 e 29 anos é de 32,49% e na faixa entre 30 e 39 o percentual atinge 31,09%. Portanto, a partir da análise feita, observa-se que existe relação de dependência entre as classes das variáveis analisadas (classificação dos municípios conforme tamanho da população, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e o indicador geral (baixo, médio e alto), além de apontarem indicadores da influência do transporte sob o nível de estresse do trabalhador.
Palavras-Chave: Transporte. Mobilidade. Estresse. Trabalhador.
Dissertação Completa

198ª Defesa de Dissertação (Março / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): LOUISI FRANCIS MOURA
Título: VERIFICAÇÃO DA EXISTÊNCIA DE IMPRECISÕES NOS VALORES DO ÍNDICE DE ISOLAMENTO TÉRMICO DE VESTIMENTA DA NORMA ISO 9920:2007
Orientador(a): Prof. Dr. Antonio Augusto de Paula Xavier.
Resumo: O vestuário é um dos itens considerados como equipamento de proteção individual para ambientes de trabalho. Entre vários aspectos, a roupa se caracteriza como isolante térmico interferindo, assim, na troca térmica do ser humano, entre o corpo e o ambiente. O corpo revestido pela vestimenta pode garantir que não haja troca térmica quando a necessidade é evitar a troca de calor com o ambiente. Porém, quando há essa necessidade, a vestimenta inadequada prejudica o balanço térmico. A Norma Internacional ISO 9920:2007 identifica os valores de isolamento térmico e resistência do vapor d’água das vestimentas. Esses valores, baseados em pesquisas em manequim estático e em condições padronizadas, são utilizados como Índice de Isolamento Térmico de Vestimentas como uma das variáveis que interferem no conforto térmico. Porém algumas pesquisas apontam que pode haver imprecisões nos valores tabelados pela ISO 9920, considerando que esta seja uma variável subjetiva podendo apresentar variabilidade muito maior nos padrões de ocupantes em situações reais comparando-as com as roupas padronizadas utilizadas em laboratórios, as quais têm a média de valores utilizada no cálculo do Voto Médio Estimado. Nesse contexto, essa pesquisa objetivou verificar a existência de imprecisões nos valores tabelados pela ISO 9920 do Índice de Isolamento Térmico da Vestimenta através de duas metodologias estatísticas propostas utilizando como banco de dados uma pesquisa de campo em ambiente industrial do setor metal-mecânico. Conclui-se que para esse ramo de atividade o modelo de conforto térmico apresentou-se eficiente. Entretanto, a variação do conjunto de vestimentas foi baixa, não sendo suficiente para gerar questionamentos quanto aos valores tabelados. Conclui-se também que as imprecisões significativas nos valores de Isolamento Térmico de Vestimenta e, discrepâncias entre o Voto Médio Estimado e as Sensações Térmicas Reais podem ser derivadas da não caracterização correta da roupa. Por isso, a complexidade do conjunto de vestimenta é fator relevante para o conforto térmico.
Palavras-Chave: Conforto Térmico. Voto Médio Estimado. Isolamento Térmico de Vestimenta.
Dissertação Completa

199ª Defesa de Dissertação (Março / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): DAYANA CARLA DE MACEDO
Título: COMPARAÇÃO DA REDUÇÃO DE DIMENSIONALIDADE DE DADOS USANDO SELEÇÃO DE ATRIBUTOS E CONCEITO DE FRAMEWORK: UM EXPERIMENTO NO DOMÍNIO DE CLIENTES
Orientador(a): Profa. Dra. Simone Nasser Matos
Resumo: Os dados de clientes nas empresas são coletados e armazenados em um Banco de Dados e sua administração requer o uso de uma ferramenta computacional. A construção de um modelo de Perfil de Cliente a partir de um banco de dados requer o processo descoberta de conhecimento em uma base de dados. Essa busca de conhecimento e extração de padrões das bases de dados demanda a utilização de um aplicativo com capacidade analítica para extrair informações que estão implícitas e desconhecidas, porém, potencialmente úteis. Um Banco de Dados por meio do processo de recuperação é capaz de obter informações dos clientes, mas a dificuldade é de que esses sistemas não geram padrões. Estes Bancos de dados contêm uma quantidade expressiva de atributos, os quais podem prejudicar o processo de extração de padrões. Assim, métodos de redução de dimensionalidade são empregados para eliminar atributos redundantes e melhorar o desempenho do processo de aprendizagem tanto na velocidade quanto na taxa de acerto. Também identificam um subconjunto de atributos relevantes e ideal para uma determinada base de dados. Os dois métodos de redução utilizados nesta pesquisa foram: Seleção de Atributos e Conceitos de Framework, até então não aplicados no domínio de Clientes. O Método de Seleção de Atributos tem o intuito de identificar os atributos relevantes para uma tarefa alvo na Mineração de Dados, levando em conta os atributos originais. Já os Conceitos de Framework promovem sucessivos refinamentos nos atributos que podem levar a construção de um modelo mais consistente em um domínio de aplicação. A presente pesquisa aplicou esses dois métodos para comparação destes no domínio Clientes, usando três bases de dados chamadas: Stalog, Customer e Insurance. Identificaram-se cinco etapas principais para a comparação dos dois métodos de redução: Preparação das Bases de Dados, Escolha das Bases de Dados, Aplicação dos Métodos de Seleção de Atributos e dos Conceitos de Framework, Execução dos Algoritmos de Classificação e Avaliação dos Resultados. Com a operacionalização das cinco etapas, compostas por vários processos, foi possível comparar os dois métodos e identificar os melhores algoritmos que aumentam a taxa de acerto dos algoritmos classificadores e consequentemente gerar os atributos mais relevantes para uma base de dados, aumentando o desempenho do processo de aprendizagem. Desta forma, com os melhores subconjuntos identificados é possível submetê-los a aplicação de tarefas da Mineração de Dados as quais permitem a construção de regras que ajudam na Gestão do Conhecimento do Perfil do Cliente
Palavras-Chave: Redução de Dimensionalidade. Seleção de Atributos. Framework. Domínio Cliente. Atributos.
Dissertação Completa

200ª Defesa de Dissertação (Março / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): SILVIA MARA BORTOLOTO DAMASCENO BARCELOS
Título: INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM INDÚSTRIAS DE VESTUÁRIO NO APL DE MARINGÁ/ CIANORTE - PR
Orientador(a): Prof. Dr. Antonio Carlos de Francisco
Resumo: De origem latina “sustentare” significa suster, sustentar, suportar, conservar em bom estado, manter e resistir, logo, a expressão sustentável quer dizer capacidade de ser mantido ou suportado. A sustentabilidade encontra-se fundamentada no Triple Botton Line, denominado também de pilares ou dimensões. Nesse contexto, suas diversas áreas, vem ganhando elevada importância, devido a problemas ambientais, econômicos e socais, tornando-se uma ferramenta de diferencial entre as organizações, através da qual podem desenvolver estratégias e ações mais competitivas e sustentáveis. As organizações tem inserido informações importantes em suas tomadas de decisões por meio de indicadores de sustentabilidade. Uma das ferramentas mundialmente utilizada, sendo considera uma das mais completas em termos de indicadores é a GRI (Global Reporting Initiative), que apresenta em suas diretrizes, indicadores essenciais, adicionais e setoriais que auxiliam as organizações na geração de relatórios de sustentabilidade, com o intuito de se posicionarem diferentemente perante seus stakeholders. Logo, esse trabalho teve com objetivo avaliar a viabilidade das diretrizes da GRI-G3 para a geração de relatório de sustentabilidade em MPMDs indústrias de vestuário no APL Maringá/Cianorte - PR. Sendo assim, no referencial teórico foram abordados conceitos relacionados à sustentabilidade, relatório de sustentabilidade e APL (Arranjo Produtivo Local). O método utilizado na pesquisa foi o dedutivo, sendo a abordagem metodológica como aplicada, qualitativa, exploratória descritiva e de levantamento. Para a coleta de dados utilizou-se dois questionários, sendo o primeiro para identificar o nível de importância dos indicadores e a situação de cada indicador nas empresas pesquisadas e o segundo para identificar a materialidade dos indicadores, ou seja, quais indicadores são relevantes para compor o relatório de sustentabilidade de acordo com a percepção dos gestores. Os dados foram tabulados e tratados através de planilha eletrônica, calculando-se a média ponderada. Os resultados demonstraram diferenças entre o que os gestores percebem como importante e o que eles apontam como sendo relevante constar no relatório, bem como a situação de cada indicador, verificando-se a ausência principalmente, de um maior número de indicadores ambientais. No entanto, conforme as diretrizes da GRI-G3, para uma organização relatora iniciante é necessário identificar materialidade respondendo a um mínimo de 10 indicadores, incluindo pelo menos um de cada uma das seguintes áreas de desempenho: ambiental, social e econômico. Desse modo, pode-se concluir que, as diretrizes da GRI-G3 mostraram-se viabilizadoras de relatório de sustentabilidade em MPMDs indústrias de vestuário no APL de Maringá/Cianorte - PR, no qual foram atendidas as exigências do nível de aplicação C, para organizações iniciantes.
Palavras-Chave: Sustentabilidade. Relatório de sustentabilidade. GRI (Global Reporting Initiative). APL (Arranjo Produtivo Local).
Dissertação Completa

201ª Defesa de Dissertação (Março / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): RODOLFO REINALDO HERMES PETTER
Título: MODELO PARA ANÁLISE DA COMPETITIVIDADE DE REDES DE COOPERAÇÃO HORIZONTAIS DE EMPRESAS
Orientador(a): Prof. Dr. Luis Mauricio Martins de Resende
Resumo: Este trabalho teve por objetivo propor um modelo para análise dos níveis de competitividade de redes de cooperação horizontais de empresas. Para isto, foi realizada uma revisão bibliográfica por meio de uma metodologia diferenciada de pesquisa e seleção de trabalhos científicos, estruturada com todos os trabalhos científicos publicados no período de janeiro de 2008 a julho de 2011 e dispostos no Portal Periódicos CAPES, formando um portfólio bibliográfico especializado no estudo e proposição de métodos, ferramentas e modelos para análise da competitividade e coopetição de redes de cooperação horizontais de empresas. Este portfólio fundamentou a identificação e construção dos Fatores Críticos de Sucesso – FCSs e as variáveis que compõem o modelo proposto, assim como as duas dimensões base da metodologia: cooperação e competência. Quanto à estrutura matemática do modelo, utilizouse o método multicritério de apoio à decisão AHP (Analytic Hierarchy Process) para a atribuição e ponderação dos níveis de intensidade e importância aos FCSs. Desta forma, os valores extraídos da aplicação do método AHP e unidos à estrutura de diagnóstico do modelo, permitem a construção de um Diagrama Cooperação X Competências, do qual se permite analisar o posicionamento coopetitivo geral da rede e em particular de cada empresa constituinte dessa. Assim, com esta base, propôs-se um modelo que permite a construção de uma base estruturada para a avaliação do desenvolvimento evolutivo dos níveis de competitividade de redes de cooperação horizontais. Ainda, construiu-se uma ferramenta capaz de ultrapassar o limite do diagnóstico do Status quo coopetitivo da rede de cooperação em análise, conseguindo identificar pontualmente as lacunas e também falhas as quais limitam seu bom desempenho coopetitivo, causando retardamentos significativos no desenvolvimento evolutivo dos níveis de competitividade destas. Por fim, o modelo foi aplicado a uma rede de cooperação horizontal de empresas do setor moveleiro, atuante no meio oeste do estado de Santa Catarina. Como principais resultados, obteve-se um modelo com uma estrutura metodológica de aplicação simples e objetiva, permitindo sua aplicação em qualquer tipologia de redes de cooperação horizontais, como também em qualquer setor de atuação em níveis regional, estadual e nacional, atribuindo ao modelo alto nível de aplicabilidade. Além deste, o modelo possui uma flexibilidade considerável de adaptação estrutural, ajustando-se à realidade do setor de atuação das Redes de Cooperação Horizontais - RCH nas quais foi aplicado, sendo possível o ajuste em termos de verificação de aplicabilidades de suas variáveis ao setor de atuação da rede em análise, como também a proposição ou exclusão de elementos em seus três níveis, ou seja, desde indicadores e variáveis, até o nível em que se encontram os FCSs. O modelo permite ainda, estabelecer os valores máximos de desempenho em que as redes de determinado setor, os quais podem participar na análise fundamentados na verificação de aplicabilidade de suas variáveis.
Palavras-Chave: Coopetição. Redes de Cooperação Horizontais. Fatores críticos de sucesso.
Dissertação Completa

202ª Defesa de Dissertação (Março / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): MARCUS WILLIAM HAUSER
Título: ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM OPERÁRIOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL DA CIDADE DE PONTA GROSSA, UTILIZANDO O DIAGRAMA DE CORLETT E MANENICA E O QUESTIONÁRIO QUALITY OF WORKING LIFE QUESTIONNAIRE – QWLQ - 78
Orientador(a): Prof. Dr. Luiz Alberto Pilatti
Resumo: O presente estudo tem como objetivo avaliar a influência da sintomatologia da dor/desconforto na qualidade de vida no trabalho de operários da construção civil da cidade de Ponta Grossa, Estado do Paraná. Na coleta de dados foram utilizados dois instrumentos validados, o Diagrama de Corlett e Manenica e o Questionário Quality of Working Life Questionnaire – QWLQ - 78. Os dados foram analisados pela estatística descritiva e Data Mining, sendo correlacionados através das variáveis coletadas pelos instrumentos e pela média das idades dos sujeitos entrevistados. Constatou-se que para uma amostra de 95 operários, os resultados do Diagrama de Corlett e Manenica, através do Teste ANOVA, não apresentaram diferenças significativas. Para os resultados obtidos através do QWLQ - 78, no domínio pessoal, obteve-se o maior valor (65,94) e o menor valor foi no domínio profissional (56,39). Na correlação entre os resultados dos dois instrumentos utilizados o valor encontrado foi de r = + 0,12 (correlação direta e fraca). Nos valores de correlação entre o diagrama de Corlett e Manenica e a média das idades da amostra o resultado foi r = – 0,19 (correlação inversa e fraca) e na correlação entre as médias das idades e o QWLQ - 78 o resultado foi r = + 0,57 (correlação direta e moderada). Conclui-se que a sintomatologia da dor tem influência mínima na qualidade de vida no trabalho, enquanto que a questão da idade tem influência mínima na presença das sensações dolorosas, podendo afetar de maneira moderada a qualidade de vida no trabalho.
Palavras-Chave: Construção civil. Dor – sintomatologia. Qualidade de vida no trabalho.
Dissertação Completa

203ª Defesa de Dissertação (Maio / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): MAYARA CRISTINA GHEDINI DA SILVA
Título: UTILIZAÇÃO DO MÉTODO ANALYTIC HIERARCHY PROCESS (AHP) PARA LOCALIZAÇÃO DE USINA DE RECICLAGEM DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL
Orientador(a): Prof. Dr. João Carlos Colmenero
Resumo: Este trabalho teve por objetivo propor uma metodologia para identificação de potenciais locais para a implantação de uma usina de reciclagem de Resíduos da Construção Civil (RCC), na cidade de Ponta Grossa. Para isto, foi desenvolvida uma contextualização sobre: sustentabilidade e desenvolvimento sustentável; Resolução do CONAMA; Norma da ABNT e legislação municipal, que impõem critérios para a implantação de usina para a reciclagem dos mesmos. Buscando responder os objetivos específicos deste trabalho, a metodologia aplicada foi dividida em cinco etapas, sendo elas: levantamentos bibliográficos e documentais, para seleção de critérios e subcritérios; validação dos critérios; definição das alternativas; desenvolvimento da estrutura hierárquica e aplicação do modelo no software Expert Choice 11.5. Com este trabalho, foi desenvolvida uma metodologia aplicável em diferentes cidades, que tenham como objetivo a implantação de uma usina de reciclagem. O método Analytic Hierarchy Process (AHP) possibilitou transformar informações qualitativas em quantitativas, facilitando assim os processos decisórios. Deste modo, concluiu-se que com a aplicação do método AHP que o critério Pilar Ambiental apresenta-se como maior fator de tomada de decisão, e o terreno localizado no bairro de Uvaranas, apresenta-se como a alternativa com maior potencial para a implantação da usina de reciclagem de RCC, na cidade de Ponta Grossa.
Palavras-Chave: Resíduos da Construção Civil; desenvolvimento sustentável; Resolução do CONAMA; Norma da ABNT; software Expert Choice 11.5 e Analytic Hierarchy Process (AHP)
Dissertação Completa

204ª Defesa de Dissertação (Maio / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): DANIELLY SILVA DE AQUINO
Título: ANÁLISE DAS RELAÇÕES ENTRE A QUALIDADE DE VIDA E QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO NO SETOR DE CONFECÇÃO: UM LEVANTAMENTO EM EMPRESAS DO APL DE MARINGÁ/CIANORTE-PR
Orientador(a): Prof. Dr. Antonio Carlos de Francisco
Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar as relações existentes entre os domínios da QV e a QVT geral e entre os critérios da QVT e a QV geral, através de um modelo de regressão logística, em funcionários do APL de vestuário de Maringá/Cianorte – PR. No referencial teórico foram abordados conceitos relacionados aos seguintes temas: qualidade de vida, qualidade de vida no trabalho, APL (Arranjo Produtivo Local) e fundamentação estatística. O método utilizado na pesquisa foi o indutivo, sendo a abordagem metodológica aplicada, quantitativa, exploratória descritiva e de levantamento. Para a coleta de dados foram utilizados dois questionários, sendo o primeiro o WHOQOL-bref para avaliação da QV e o segundo uma adaptação do modelo proposto por Walton para avaliação da QVT, os questionários foram aplicados em 15 empresas distribuídas da seguinte forma: quatro microempresas (n= 43), quatro pequenas empresas (n= 86), seis medias empresas (n=214) e uma grande empresa (n=126). Ao todo foram avaliados 469 funcionários entre homens e mulheres. Para a análise dos dados utilizou-se do cálculo da estimativa dos valores médios dos domínios de QV e dos critérios de QVT, identificação de outliers, teste de independência qui-quadrado e técnica de regressão logística. Para a validação do modelo estimado através da regressão logística foi utilizado o teste Hosmer-Lemeshow. Os resultados encontrados na regressão logística para as variáveis independentes (domínios de QV) em relação a variável dependente (QVT geral) mostraram que os domínios: físico (P=0,002), psicológico (P= 0,017) e meio ambiente (P= 0,000) possuem influência significativa em relação à QVT. Logo o domínio relações sociais (P=0,114) mostrou não possuir influência significativa em relação à QVT, pois apresentou valor acima do nível de significância adotado (P>0,05). Considerando somente as variáveis que apresentaram associação significativa foi estimado um modelo de regressão logística. Com isto constatou-se que um funcionário apresentando satisfação com os domínios de QV (físico, psicológico e meio-ambiente) terá uma probabilidade de 78,27% de desenvolver uma QVT satisfatória. Os resultados obtidos na regressão logística para as variáveis independentes (critérios de QVT) em relação a variável dependente (QV geral) mostrou para esta população pesquisada que não existe uma associação significativa entre os critérios de QVT e a QV geral, pois todos os critérios apresentaram valores acima do nível de significância adotado (P > 0,05). Conclui-se que as empresas podem desenvolver programas de QV para os funcionários desta população pesquisada, dando maior atenção aos domínios físico, psicológico e meio ambiente pelo fato destes domínios terem apresentado influências significativas na melhora da satisfação em relação à QVT.
Palavras-Chave: Qualidade de vida. Qualidade de vida no trabalho. APL (Arranjo Produtivo Local). Regressão logística.
Dissertação Completa

205ª Defesa de Dissertação (Julho / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): ERICH LACERDA MALINOWSKI
Título: UM APLICATIVO PARA A EXECUÇÃO DE SISTEMAS ESPECIALISTAS NO PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO
Orientador(a): Prof. Dr. Jhon Jairo Ramirez Behainne
Resumo: Este trabalho apresenta o desenvolvimento de um aplicativo para a execução de Sistemas Especialistas baseados em Lógica Fuzzy, a fim de auxiliar gestores no diagnóstico do funcionamento de equipamentos e na determinação do momento ótimo da intervenção ou manutenção dos mesmos. O estudo teve como motivação a necessidade de superar algumas características do Sistema Especialista DEMOI, desenvolvido e executado na ferramenta Logic Fuzzy Toolbox do ambiente Matlab™. Assim, uma ferramenta em linguagem JAVA e C foi elaborada visando a obtenção de uma melhora no tempo de processamento das informações e a integração direta entre Sistemas Especialistas de monitoramento e de planejamento próprias das operações de manutenção. No desenvolvimento deste trabalho foram consideradas as etapas correspondentes aos testes preliminares de operação do sistema especialista já existente, bem como a elaboração do aplicativo proposto. Os resultados das simulações, realizadas sobre um caso prático de análise de vibração de uma máquina rotativa, mostraram os benefícios do novo aplicativo, principalmente na redução considerável no tempo de retorno para diagnósticos envolvendo elevadas quantidades de variáveis e regras de inferências. Adicionalmente, com a introdução da ferramenta, foi propiciado um ambiente de integração entre Sistemas Especialistas de monitoramento e planejamento da manutenção, que poderá ser utilizado por gestores sem as limitações existentes em aplicativos ou recursos de softwares comerciais.
Palavras-Chave: Sistemas Especialistas. Planejamento e Controle da Manutenção Lógica Fuzzy. Inteligência Artificial.
Dissertação Completa

206ª Defesa de Dissertação (Julho / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): CRISTIANO STEFANO DA SILVA
Título: PRESCRIÇÃO DA MODALIDADE DE MANUTENÇÃO DE MOTORES ELÉTRICOS CONSIDERANDO O CUSTO DE MANUTENÇÃO E DEPRECIAÇÃO DO ATIVO
Orientador(a): Prof. Dr. Jhon Jairo Ramirez Behainne
Resumo: Uma adequada gestão das atividades de manutenção foca seus objetivos na confiabilidade e disponibilidade dos equipamentos, bem como na diminuição dos custos de reparo envolvidos. Visando contribuir neste sentido, o presente trabalho propõe um estudo de caso relacionado à análise de depreciação técnica e depreciação econômica dos equipamentos utilizados numa indústria de produção de papel imprensa. Especificamente, aplica-se a análise da curva de Weibull a uma base de dados de histórico de falhas ocorridas em motores elétricos existentes no processo produtivo e realiza-se, simultaneamente, uma análise de depreciação econômica desses equipamentos. O estudo envolveu a análise de 31 motores elétricos, classificados em 10 grupos de acordo com a potência de operação. A partir dos resultados obtidos para o coeficiente de forma correspondente a um período histórico de 20 anos de manutenção, bem como da análise de depreciação dos motores, foi possível verificar que mais de 50% dos motores analisados tiveram falhas do tipo mortalidade prematura e, o restante dos equipamentos, falhas do tipo fim de vida útil. Uma análise estatística de importância da correlação entre as variáveis de estudo indicou que, para o nível de confiança de 95%, a potência do motor elétrico não apresenta correlação significativa com o valor do fator de forma e nem com o número de manutenções corretivas realizadas. A única relação significativa foi encontrada entre o tamanho do motor e o custo das manutenções ou intervenções, como era esperado. O estudo realizado mostrou de uma maneira ágil e do ponto de vista da gestão da manutenção, uma análise técnica e econômica conjunta da vida útil de motores elétricos em relação à questão da sua depreciação e à escolha da melhor estratégia de manutenção a ser adotada.
Palavras-Chave: Motores Elétricos. Estratégia de Manutenção. Vida útil de Equipamentos. Análise de Weibull
Dissertação Completa

207ª Defesa de Dissertação (Agosto / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): PATRÍCIO HENRIQUE DE VASCONCELOS
Título: VIABILIDADE DA ADOÇÃO DOS INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE DA DIRETRIZ GRI NA ESTRATÉGIA DE SUSTENTABILIDADE ORGANIZACIONAL EM REDES DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS
Orientador(a): Prof. Dr. Antonio Carlos de Francisco
Resumo: A conjuntura mundial convoca os sistemas produtivos a atuarem de forma sustentável. Os indicadores de sustentabilidade despontam como um vetor estratégico fundamental para as organizações independente de porte e setor onde atuam. Nesta perspectiva, o presente estudo objetivou avaliar a viabilidade da adoção dos indicadores de sustentabilidade descritos nas diretrizes da GRI – G3 na estratégia de sustentabilidade organizacional em rede de micros e pequenas empresas. O estudo caracterizou-se como aplicado, exploratório, descritivo e estudo de caso. Através da aplicação de questionários junto aos gestores dos empreendimentos filiados a esta rede de cooperação produtiva foi possível mapear seus stakeholders principais, identificar o grau de relevância dos indicadores de sustentabilidade essenciais da diretriz GRI (2007) nas categorias ambiental, econômica e social, e avaliar as condições de viabilidade de adoção pelos empreendimentos filiados. Os principais resultados encontrados apontam que a adoção dos indicadores de sustentabilidade elencados na diretriz GRI (2007) apresenta-se viável como estratégia para a sustentabilidade organizacional dos MPEs filiados à rede estudada.
Palavras-Chave: Indicadores de Sustentabilidade. Global Reporting Initiative. Rede de cooperação de Micros e Pequenas Empresas.
Dissertação Completa

208ª Defesa de Dissertação (Outubro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): JOSIANE MELLO
Título: O PROCESSO DE CRIAÇÃO DE CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL DURANTE A ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE SUSTENTABILIDADE: UM ESTUDO DE CASO EM UMA ORGANIZAÇÃO DE GRANDE PORTE DO SETOR DE PRODUTOS DE BELEZA
Orientador(a): Prof. Antonio Carlos de Francisco, Dr.
Resumo: O presente estudo tem por objetivo mapear o processo de criação de conhecimento organizacional durante a elaboração dos relatórios de sustentabilidade de uma empresa de grande porte no ramo de produtos de beleza, tendo como referência a teoria de criação do conhecimento organizacional de Nonaka e Takeuchi (1997, 2008). Para tal, buscou-se, inicialmente, conhecer as fontes de informação internas e externas (formais e informais) utilizadas para aquisição de conhecimento pela equipe que atua na elaboração dos relatórios de sustentabilidade da organização estudada. Procurou-se ainda compreender como ocorre o processo a conversão do conhecimento tácito e explícito para o alcance de metas globais e sustentáveis da referida organização. Além disso, foram estudadas as condições e fatores que interferem no processo de criação de conhecimento organizacional, tendo como base a teoria de Von Krogh, Ichijo e Nonaka (2001) para complementar a teoria proposta por Nonaka e Takeuchi (1997, 2008). Essa pesquisa é classificada como aplicada, exploratória e descritiva, com abordagem de análise quantitativa e qualitativa, na qual se fez uso de procedimentos bibliográficos, documentais e estudo de caso. Os instrumentos de coleta de dados empregados foram: questionário, entrevista semiestruturad a, relatórios de sustentabilidade da organização dos anos anteriores (2009 e 2010) e outros documentos institucionais disponibilizados na internet. Os resultados desse estudo revelaram que o processo de criação de conhecimento organizacional depende de dados, informações e conhecimentos oriundos do meio interno e externo da organização. O conhecimento, resultante de um processo constante de interação, para ser ampliado organizacionalmente, necessita ser compartilhado e difundido entre os membros da equipe que atuam na elaboração dos relatórios de sustentabilidade da empresa estudada. As fontes de informação, quando bem selecionada s e exploradas, são ótimos meios de aquisição de conhecimentos, tornando-se um diferencial de qualidade para compor os relatórios de sustentabilidade de uma organização. A conversão do conhecimento tácito e explícito auxilia a empresa estudada no alcance de metas globais e sustentáveis, por meio de composição heterogênea da equipe que atua na elaboração dos relatórios de sustentabilidade, organizacional voltada para a sustentabilidade e utilização da TI como um importante meio de armazenagem e disponibilização de conhecimento. Contextos adequados compostos por diversas condições e fatores podem facilitar esse processo, fomentando o fluxo de informação e conhecimento ao longo da elaboração dos relatório s de sustentabilidade. As ferramentas da tecnologia da informação e comunicação, quando utilizadas eficientemente, contribuem na comunicação, colaboração e interação entre os funcionários na medida em que possibilitam a troca de informações, ideias e experiências, alavancando assim, o processo de criação de conhecimento organizacional.
Palavras-Chave: Conhecimento organizacional - Criação - Teoria. Conhecimento organizacional – Nonaka e Takeuchi. Gestão do conhecimento. Sustentabilidade – Relatório.
Dissertação Completa

209ª Defesa de Dissertação (Novembro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): ISABEL CRISTINA MORETTI
Título: PROPOSTA DE UM MODELO DE REFERÊNCIA PARA O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO DO VESTUÁRIO
Orientador(a): Prof. Dr. Aldo Braghini Junior
Resumo: O processo de desenvolvimento de produto do vestuário (PDPV) sofre influência da moda, esse fator confere a esse processo dinamismo e exige rapidez durante o desenvolvimento. As empresas desenvolvem seus produtos em linhas sazonais (coleções) em vez de produtos individuais, com uma grande quantidade de produtos por coleção e várias coleções ao ano. Consequentemente apresentam um curto período de tempo para o desenvolvimento de cada coleção. Neste sentido, a adoção de estruturas organizacionais adequadas e de boas práticas para o PDP, pod e ajudar a melhorar o desempenho desse processo na indústria de confecção, que é essencial para a competitividade das empresas. Por meio da utilização de modelo de referência a empresa pode criar sua própria estrutura para a realização das atividades, de modo que o modelo se adapte a realidade da empresa, e ao mesmo tempo sistematize as atividades e estruture o processo. O objetivo desse trabalho foi propor um modelo de referência específico para a indústria do vestuário, adaptado as suas características. Este pode ser um caminho para estas empresas estruturarem seu PDP, aumentando o desempenho do processo e consequentemente dessas empresas no mercado. A abordagem do problema foi qualitativa e o desenvolvimento do modelo foi por meio de revisão de literatura e pesquisa de campo. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas com empresas, profissionais e professores da área de PDPV. O objetivo das entrevistas foi de mapear o PDP nestas áreas. A construção do modelo foi feita em três etapas. A primeira etapa foi de construção de uma representação teórica, ou seja, um modelo teórico desenvolvido por meio da comparação de um modelo de referência genérico e modelos específicos para o vestuário. A segunda etapa foi de comparação do mapeamento das entrevistas com a representação teórica, confrontando a teoria e a prática. A terceira etapa foi o desenvolvimento do modelo propriamente dito. O modelo está desmembrado em macro-fases, fases e atividades. Cada fase foi detalhada com o fluxo de atividades e seus responsáveis, além das entradas e saídas de documentos e informações. O desenvolvimento do modelo de referência proposto vem de encontro com essas informações levantadas na literatura e nas entrevistas. Logo, pode estar contribuindo para a estruturação do processo no âmbito industrial e pesquisas na área de desenvolvimento de produto do vestuário, no âmbito acadêmico. O modelo de referência para o PDPV é uma junção de boas práticas que podem ser utilizadas em sua totalidade para estruturar com flexibilidade o PDP, ou ser utilizado parcialmente por meio de uma adaptação, ajustando-se à realidade a qual será utilizado
Palavras-Chave: PDP. Modelo de Referência. Vestuário.
Dissertação Completa

210ª Defesa de Dissertação (Novembro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): LUIZ CESAR DOS SANTOS LIMA
Título: PROPOSTA DE UM MÉTODO DE ANÁLISE DA VIABILIDADE DOS MODAIS PARA O TRANSPORTE DO CARRO DE COMBATE VBC LEOPARD 1A5BR
Orientador(a): Prof. Dr. João Carlos Colmenero
Resumo: A Mobilização Nacional é um conjunto de atividades que visa capacitar o Brasil a planejar e executar ações no campo da Defesa Nacional para garantir a segurança e a soberania do país. Quando esta for decretada pelo Estado, os órgãos que fazem parte do Sistema de Defesa Nacional devem estar preparados e equipados para executarem suas funções. O Exército Brasileiro, um desses órgãos, no ano de 2006, adquiriu 250 viaturas blindadas de combate, das quais 216 para serem distribuídas em suas unidades de cavalaria no território brasileiro. O objetivo desse estudo é apresentar a melhor alternativa logística de transporte para o deslocamento desses carros de combate em uma organização militar, a partir de um determinado cenário, com menor custo e/ou tempo. Para atingir o objetivo foram realizadas consultas por meio de entrevistas e correspondências com especialistas em transporte, transporte militar e viaturas blindadas. As consultas possibilitaram definir as principais vantagens e desvantagens dos modais de transporte e os fatores relevantes no transporte de viaturas blindadas, permitindo a formulação da rede de transporte e elaboração de um instrumento de viabilidade dos modais de transporte (quadro de verificação) a serem aplicados às rotas de transporte. Um problema de transporte das viaturas blindadas, a partir de um cenário hipotético, foi resolvido por meio de um modelo matemático tendo como objetivo a minimização de custo ou tempo. Concluiu-se que o modelo matemático é uma ferramenta que pode auxiliar a tomada de decisão no transporte das viaturas blindadas, mas a melhor alternativa irá depender da adequada análise dos modais de transporte disponíveis e da correta formulação e aplicação do instrumento de viabilidade dos modais de transporte.
Palavras-Chave: Tomada de decisão. Transporte. Logística. Logística militar. Modelo de transporte.
Dissertação Completa

211ª Defesa de Dissertação (Novembro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): RICARDO MÂNICA
Título: PROPOSTA DE UMA METODOLOGIA DE MELHORIA DE SERVIÇO PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: ESTUDO DE CASO PARA UMA EMPRESA DE GESTÃO FAMILIAR
Orientador(a): Prof. Dr. Aldo Braghini Junior
Resumo: Com a abertura de mercado nos anos 90, o Brasil precisou enfrentar um período de adaptação. Afinal seus parques industriais estavam obsoletos e sua produtividade baixa, se comparada com países desenvolvidos da Europa e América do Norte. As empresas nacionais não possuíam estrutura para competir com os produtos importados, de melhor qualidade e preço competitivo. Como consequência desta abertura muitas empresas foram compradas, outras formaram joint venture, ocorreram fusões entre as empresas e além da entrada de capital estrangeiro no país. As micro e pequenas empresas (MPEs) não participaram deste processo, no entanto, precisam competir neste cenário. Desta forma as MPEs precisaram procurar soluções para manterem-se competitivas no mercado. Com base neste contexto, a presente pesquisa tem como objetivo propor uma metodologia para melhoria de serviços em MPEs de gestão familiar com o auxílio de modelos de referência de produtos e processos. Para tanto, a metodologia utilizada foi uma pesquisa aplicada de cunho exploratório com uma abordagem qualitativa por meio de um estudo de caso em uma micro empresa de gestão familiar, do segmento de energia elétrica que comercializa e realiza manutenção de grupos geradores de eletricidade. Para o desenvolvimento da metodologia proposta utilizou-se os modelos de referência de Cheng e Melo Filho, de Rozenfeld et al. e de Baxter. Com a aplicação da metodologia proposta identificou-se as necessidades dos clientes, os equipamentos com resultado satisfatório e as melhores condições de fornecimento do serviço. Foram identificados os grupos geradores com desempenho favorável para a utilização em horário de ponta, e emergências. Foi desenvolvida uma ferramenta por meio do Access para auxiliar na análise dos dados dos equipamentos e serviços.
Palavras-Chave: Modelos de referência; micro empresa; competitividade; gestão familiar; grupo gerador de eletricidade.
Dissertação Completa

212ª Defesa de Dissertação (Dezembro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): MARCIA DANIELI SZEREMETA SPAK
Título: PROPOSTA DE UMA METODOLOGIA DE APOIO À TOMADA DE DECISÃO PARA A LOCALIZAÇÃO DE CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO NO SETOR VAREJISTA DE MÓVEIS E ELETRODOMÉSTICOS
Orientador(a): Prof. Dr. João Carlos Colmenero
Resumo: O setor varejista de móveis e eletrodomésticos encontra-se em expansão e é diretamente afetado pela competividade do mercado. As empresas do setor buscam constantemente a redução dos preços e dos prazos de entrega dos produtos, para manterem a sua posição perante os concorrentes. Um dos fatores que influenciam diretamente a competitividade dessas organizações são os elevados custos do sistema de distribuição. A fim de reduzir os impactos no sistema de distribuição, o presente estudo teve por objetivo propor um modelo de apoio à tomada de decisão para a localização de centros de distribuição no setor varejista de móveis e eletrodomésticos. O trabalho foi dividido em três etapas para a sua concepção. Na primeira etapa utilizou-se um modelo por programação não-linear para definir um ponto ótimo na região abordada no estudo e posteriormente foram identificadas cinco cidades em torno desse ponto ótimo. A segunda etapa foi composta pela definição dos critérios e subcritérios influentes na decisão, e pela aplicação do método AHP para a seleção da melhor cidade para a instalação do centro de distribuição. Na terceira etapa buscou-se identificar o melhor terreno entre três alternativas, que foram avaliadas pelo método AHP a partir da definição dos critérios e subcritérios voltados a esse contexto de decisão. Os resultados apresentados mostram que o fator transporte e mercado são os principais responsáveis para a escolha da cidade, e a instalação e acessibilidade para a localização do terreno. O estudo identificou a alternativa Arapongas como a melhor cidade e o terreno três como o melhor local para a instalação do centro de distribuição.
Palavras-Chave: Tomada de Decisão. Localização. Centro de Distribuição. AHP (Analytic Hierarchy Process). Programação Não-Linear
Dissertação Completa

213ª Defesa de Dissertação (Dezembro / 2012)
Grupo de Pesquisa: Entrar
Autor(a): ANDRÉ ROBERTO SCHIEHL
Título: PERCEPÇÃO E RISCOS DE ADOECIMENTO DOS TRABALHADORES DA INDÚSTRIA FRIGORÍFICA: UMA ABORDAGEM PSICODINÂMICA
Orientador(a): Prof. Dr. Luiz Alberto Pilatti
Resumo: Este estudo foi desenvolvido em um frigorífico de grande porte de um município do interior do Paraná, para avaliar atividades desenvolvidas dentro de câmaras frigoríficas em ambientes com temperatura de 10 ºC à -35 ºC. Os principais objetivos foram analisar o processo de trabalho em um frigorífico, com relação aos fatores condições de trabalho, danos e custos físicos, diagnosticar comparativamente todos os fatores do instrumento, os níveis de prazer e o sofrimento dos trabalhadores, bem como indicar os principais riscos inerentes às atividades executadas. Os resultados foram obtidos por meio do instrumento Inventário sobre Trabalho e Riscos de Adoecimento – ITRA, com a participação de 178 funcionários, contemplando 4 escalas de 13 fatores num total de 124 itens desse instrumento. Esses colaboradores foram classificados em diferentes grupos de acordo com a escolaridade, estado civil, tempo de serviço, turno, idade e temperatura de trabalho. Para análise estatística dos dados foi utilizado o programa Statistica program, versão 5.0 (Statsoft®). No processo de trabalho, foram identificados como principais riscos à saúde do trabalhador o trabalho em altura, o possível vazamento de gases tóxicos, o uso incorreto do ar comprimido e os choques elétricos, sendo que todos os riscos contém medidas de controle. A torção da coluna lombar, a sobrecarga nos joelhos e os riscos de prensagem, batidas e contusões foram os mais evidentes danos à saúde dos colaboradores. Para o fator condição de trabalho, todos os itens foram classificados no nível crítico, sendo que houve diferença estatisticamente significativa em alguns itens para turno de trabalho e para idade. Com relação ao custo físico, houve predominância de respostas também com classificação crítica, sendo a diferença observada em alguns dos itens para tempo de serviço, turno e temperatura de trabalho. Com referência aos danos físicos, a avaliação se mostrou heterogênea, com alguns dos itens considerados na escala grave. Diferença estatística foi observada para tempo de serviço e turno de trabalho. A temperatura não foi identificada como variável de influência negativa no processo de trabalho. Para a variável turno, os funcionários que trabalham no horário noturno apontaram piores classificações, refletindo indiretamente o desgaste emocional, mental e familiar por trabalhar num período diferenciado. A variável tempo de serviço indica de forma geral que o sofrimento vai diminuindo com o passar dos anos. Dentre os itens pesquisados, apenas 6% apresentaram classificação grave, 61%, em nível crítico ou intermediário e 33% classificação suportável. Nenhum item apresentou o resultado com doença ocupacional. A média geral dentre os 13 fatores analisados, classificou 10 em nível crítico e 3 em nível suportável ou satisfatório.
Palavras-Chave: Saúde no trabalho. Inventário sobre trabalho. Riscos de adoecimento. Processo de trabalho.
Dissertação Completa

Ações do documento